Notícias Mais Recentes

Atividade do dia 28/02/2018

Homem é baleado por policial durante tentativa de assalto em supermercado de Montes Claros


Autor apontou uma arma para o militar; nenhum dinheiro foi levado do local e um comparsa, que daria fuga ao criminoso, é procurado. Assaltante foi socorrido pelo Samu
Valdivan Veloso/G1
Um homem, que não teve a idade divulgada, foi baleado durante uma tentativa de assalto na tarde desta quarta-feira (28) em um supermercado de Montes Claros (MG), no Bairro São Luís. Segundo as primeiras informações, o rapaz estava no escritório do estabelecimento procurando por dinheiro, quando a polícia foi acionada através de um botão de pânico, dispositivo de alarme.
No local, um militar foi verificar a situação e deparou com o autor nas escadas do escritório, em tentativa de fuga. Segundo a PM, o suspeito apontou uma arma para o policial, que reagiu efetuando um disparo, que acertou a região do abdômen do autor. Ainda segundo a polícia, a arma sacada pelo criminoso era uma réplica.
Ainda de acordo com a PM, o homem entrou no supermercado pelo estacionamento dos fundos, pedindo água, enquanto um comparsa esperava em uma moto. Até a publicação desta matéria, a polícia seguia em rastreamento ao segundo suspeito.
O Samu fez o socorro do rapaz baleado, mas o estado de saúde dele não foi informado.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Adolescente é apreendido com drogas e rádio comunicador após denúncia em Montes Claros


Na casa dele, no Bairro Independência, foram encontradas 168 buchas, duas barras e cinco tabletes de maconha; ele já foi flagrado outras vezes com entorpecentes, diz PM. Material estava escondido em diversos pontos da residência
Polícia Militar/Divulgação
Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido na madrugada dessa quarta-feira (27) por envolvimento com o tráfico de drogas em Montes Claros (MG). Segundo a Polícia Militar, o jovem já foi apreendido outras vezes com drogas; ele já cumpriu medida socioeducativa no Centro de Socioeducativo Nossa Senhora Aparecida (Cesnesa).
Durante patrulhamento de rotina, os policiais receberam uma denúncia informando que o adolescente mantinha entorpecentes em sua residência. Militares foram à casa dele, que fica na Rua Marquesa de Santos, no Bairro Independência, e encontraram drogas escondidas em diversos pontos do quintal e do imóvel.
Ao todo, de acordo com a PM, foram apreendidas 168 buchas de maconha, duas barras e cinco tabletes da mesma droga, 26 papelotes de cocaína, uma pedra bruta de crack, balança de precisão, munições e um rádio comunicador. Os materiais e o adolescente foram levados para a delegacia de plantão da cidade.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Cozinheira morta em São Francisco foi estuprada e jogada viva dentro do rio, conclui Polícia Civil 

Quatro pessoas, entre elas uma mulher, foram indiciadas por latrocínio e estupro; Juliana Meira Batista França, de 31 anos, foi morta em outubro de 2016. A Polícia Civil de São Francisco encerrou o inquérito que investigou a morte de uma cozinheira, ocorrido em outubro de 2016, e concluiu que Juliana Meira Batista França, de 31 anos, foi estuprada e depois jogada viva dentro do Rio São Francisco. Quatro pessoas, dentre elas uma mulher, foram indiciadas pelos crimes de latrocínio e estupro. O Ministério Público ofereceu denúncia e os acusados aguardam presos pelo julgamento.
“O laudo pericial constatou que havia muito líquido nos pulmões da vítima. Apesar dela ter sido golpeada por um machado nas mãos e na testa, o exame concluiu que ela foi jogada ainda viva no rio, amarrada a sacos de areia”, explicou o delegado Emmanuel Robson Gomes. O corpo da mulher foi encontrado pelos bombeiros três dias após o crime.
De acordo com a Polícia Civil, a vítima trabalhava como cozinheira em uma fazenda em São Francisco e no dia do crime, foi surpreendida pelos criminosos após ter servido o jantar aos funcionários. Juliana estava no quarto dela quando o grupo chegou e exigiu por dinheiro e arma. Ainda segundo as investigações, um dos homens já teria tentado ter um relacionamento com a vítima.
“O roubo e a morte dela foram premeditados. Eles planejaram tudo, inclusive, deixar um carrinho de mão e um machado na beira do Rio. Um dos envolvidos confessou o crime e cedeu detalhes de como aconteceu. A vítima foi imobilizada e estuprada, ainda na fazenda. Depois disso, foi levada até o bananal, golpeada por duas vezes, colocada no carrinho de mão e em seguida jogada no rio”, detalhou o delegado.
Os quatro criminosos foram presos mediante mandado de prisão temporária em janeiro. A mulher, que é companheira de um dos envolvidos, foi detida ao procurar à delegacia.
“A mulher não sabia que tinha um mandado de prisão contra ela. Efetuamos a prisão, mesmo correndo o risco dos demais fugirem. Na bolsa dela, já tinha uma passagem para São Paulo comprada para o dia seguinte. Apenas um deles confessa o crime e acredito que tenha sido, um pouco, por arrependimento, mas, também, pelos benefícios que ele pode ter. Os demais, mesmo com provas consistentes, ainda negam o fato. São pessoas frias”, declarou.
Antes do corpo ser encontrado, um boletim de ocorrência por desaparecimento foi registrado e a polícia ouviu familiares, patrões, colegas de trabalhos e até ex-companheiros da vítima. Segundo a PC, havia marcas de sangue na cozinha, em outros ambientes da casa e que terminavam no rio.
“A fazenda é enorme, não tinha ninguém por perto. Depois que um deles confessou o crime, entendemos que após eles pegarem um barco, ‘desovarem’ o corpo no meio do rio, eles foram para o outro lado da margem. Em seguida, cada um tomou seu rumo. Foi um inquérito extremamente complexo, de muitas páginas e que exigiu um esforço da delegacia”, disse.
O dia do julgamento ainda não foi marcado no fórum da cidade. Se condenados, os acusados podem pegar até 30 anos de prisão.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Escritora carioca ministra oficinas de literatura em escolas públicas do Norte de Minas 


Projeto ‘Asas de borboletas’ está sendo desenvolvido em Padre Carvalho, Josenópolis e Grão Mogol; programação segue até sexta (02). Alunos aprendem a elaborar os próprios livros
Vini Couto/Arquivo pessoal
Estudantes de três escolas do Norte de Minas participam de oficinais de literatura e contação de histórias ministradas pela escritora e atriz carioca Gisela de Castro. O tour começou nesta quarta (28) em Padre Carvalho e será encerrado na sexta (02) em Grão Mogol. Estudantes e professores de Josenópolis também vão receber o projeto nessa quinta (1º).
Ao todo, cerca de 220 crianças e 90 professores devem participar das atividades nos três dias. O projeto é apoiado por uma empresa de empreendimentos agrícolas que atua na região. A escritora destaca a importância de sair do eixo Rio e replicar a ideia em locais que não tem muitos incentivos e se sentem isolados.
“Acredito que eles têm a oportunidade de conhecer o mundo da leitura de forma lúdica, que é um dos pontos fortes do livro base do projeto. Viemos ano passado e eles gostaram tanto que nós resolvemos voltar no ano letivo. Agora, além dos alunos, os professores também terão uma oficina de preparação na qual aprendem métodos de estímulo a leitura e escrita”, comenta.
Crianças conhecem as poesias recheadas de humor do livro Asas de borboletas e outras sutilezas
Vini Couto/Arquivo pessoal
Durante a programação, é feita a leitura do livro autoral ‘Asas de borboletas’, destinado ao público infantil e com versão bilíngue, com poemas em português e inglês. A tradução é feita pelo professor inglês Alex Mervart. A autora considera a novidade bastante eficaz no processo de aprendizagem.
“Com a tecnologia, a língua inglesa está bastante presente no vocabulário brasileiro. Por isso é interessante provocar o interesse e estimular cada vez mais cedo essa familiarização com o inglês. É importante ressaltar que não tem problema nenhum associar o inglês e o português no aprendizado das crianças, diferente do que eles acreditam, as crianças em alfabetização conseguem diferenciar e aprender os dois idiomas sem criar confusão”, explica.
No final das oficinas, os alunos aprendem a elaborar um livro e será feita a apresentação das obras criadas por eles.
Programação
Quinta-feira (1º) – Josenópolis
08h – Oficina de contação de histórias
Número de crianças: 50
09h às 11h15 – Elaboração de livros
Número de crianças: 25

13h às 15h – Oficina para professores
Número de professores: 35
Endereço: Escola Municipal Manoel José Lino – Rua João José da Costa, 64, Centro, Josenópolis.
Sexta-feira (02) – Grão Mogol
08h – Oficina de contação de histórias
Número de crianças: 50
09h às 11h15 – Elaboração de livros
Número de crianças: 25
13h às 15h – Oficina para professores
Número de professores: 20
Endereço: Escola Municipal José Drummond – Rua Juca Moreira – Vale das Cancelas, Grão Mogol.
Após a oficina, os estudantes apresentam suas obras
Vini Couto/Arquivo pessoal

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Dois homens são presos com 25 quilos de maconha em Montes Claros


Droga estava escondida em uma casa no Bairro Clarice Athayde e foi apreendida durante uma operação da PM. Polícia apreendeu cerca de 50 barras de maconha
Polícia Militar/ Divulgação
Cerca de 50 barras de maconha foram apreendidas durante uma operação da Polícia Militar, em Montes Claros, nessa terça-feira (27). De acordo com a PM, os 25 quilos da droga estavam no quarto de uma casa na Rua Osvaldo Souto, no Bairro Clarice Athayde. Dois homens, de 22 e 36 anos, foram presos suspeitos de envolvimento no crime. Além da droga, os policiais também apreenderam uma balança.
Os dois suspeitos foram levados para a delegacia com a droga e celulares apreendidos. De acordo com a Polícia Civil, a prisão deles foi ratificada pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico.
Casal é preso com 30 kg de maconha em Montes Claros; eles vendiam droga no Parque Municipal
Essa foi a segunda grande apreensão de maconha realizada pela Polícia Militar neste mês de fevereiro em Montes Claros. Na última quarta-feira (21), um casal foi preso com aproximadamente 30 quilos da droga, após ser abordado vendendo droga dentro do Parque Municipal. O material foi encontrado na casa deles no Bairro Major Prates.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Motorista de coletivo é abordado por bandidos armados na MGC-479 e consegue fugir; dois homens foram presos

Condutor do ônibus e passageiros não ficaram feridos; tentativa de roubo foi na região de Barreiro do Tejuco, zona rural de Januária. Dois rapazes, de 19 e 20 anos, foram presos nessa terça-feira (27) suspeitos de participarem de uma tentativa de roubo a um ônibus coletivo, na região de Barreiro do Tejuco, em Januária. Com eles, os militares apreenderam porções de maconha e cocaína. De acordo com a PM, o ônibus seguia na MGC-479 quando cerca de cinco criminosos, alguns deles armados, entraram na frente do veículo. O condutor acelerou e fugiu dos bandidos. Ele contou que chegou a ouvir um disparo de arma de fogo, mas ninguém nem o ônibus foram atingidos.
O crime acontece durante a noite, no km 27. A polícia chegou aos suspeitos após rastreamento. Outros dois rapazes, de 18 e 19, foram identificados, mas não foram localizados. A empresa de ônibus faz a linha de Januária ao Distrito de São Joaquim. O número de passageiros que estavam no coletivo no momento do crime não foi divulgado.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Veículo bate na traseira de carro de boi e adolescente morre em Icaraí de Minas

Um homem de 43 anos e a irmã da vítima, de 12, também estavam no carro de boi e foram levados ao hospital da região; condutor do veículo que causou o acidente não ficou ferido. Uma adolescente de 17 anos morreu em um acidente na noite dessa terça-feira (27) na LMG-652, em Icaraí de Minas. De acordo com a Polícia Militar, Jussara Veloso da Silva estava em um carro de boi, que foi atingido na traseira por um veículo de passeio. Um homem de 43 anos e a irmã da vítima, de 12, ficaram feridos e foram levados ao hospital da região. Até esta publicação, o G1 não conseguiu atualizar o estado de saúde dos sobreviventes.
O condutor do veículo que causou o acidente não ficou ferido e contou aos militares que bateu no carro de boi porque a visão dele foi ofuscada pelo farol de outro automóvel, que seguia na direção contrária. A perícia esteve no local e as causas do acidente serão apuradas.

Leia +
Fonte: MG – Grande Minas <g1.globo.com>

Pular para a barra de ferramentas